UnB
 
:: História: Principais Personagens
 
Anísio Spínola Teixeira
Darcy Ribeiro
Oscar Niemeyer
Athos Bulcão


:: Anísio Spínola Teixeira.............................................................

Anísio Spínola Teixeira nasceu no dia 12 de julho de 1900, em Caetité (BA), onde passou os primeiros anos de vida sob os cuidados da mãe, Anna Spínola Teixeira.

O pai, Deocleciano Pires Teixeira, sonhava que o filho fosse político e o mandou estudar no Rio de Janeiro. Anísio diplomou-se na Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro em 1922.

Como educador, Teixeira viajou para a Europa e Estados Unidos para observar os sistemas escolares. No Brasil, defendeu o conceito de escola única, pública e gratuita como forma de garantir a democracia e foi o primeiro a tratar a educação com base filosófica.

Instituiu na Bahia, em 1950, a primeira Escola-Parque, que procurava oferecer à criança uma escola integral, cuidando da alimentação, higiene, socialização, além de preparar para o trabalho. Nas Escolas-Parques, os alunos ainda tinham contato com as artes plásticas, naquela época, as aulas eram orientadas por profissionais de renome como Caribe e Mário Cravo.

Sempre brigou pela democracia na educação. Publicou vários livros defendendo a educação e cultura para todos. Foi um dos fundadores da Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e da Universidade de Brasília (UnB), da qual foi reitor em 1963.

Candidatou-se à Academia Brasileira de Letras, em 1971, mas, antes da eleição, faleceu. Teixeira caiu no poço do elevador de seu prédio, no dia 11 de março de 1971, quando saía para visitar Aurélio Buarque de Holanda.

:: Darcy Ribeiro...................................................................... :: topo

No dia 26 de outubro de 1922, em Montes Claros (MG) nascia o etnólogo, antropólogo, professor, educador, ensaísta e romancista Darcy Ribeiro. Dedicou os primeiros anos de sua vida profissional ao estudo dos índios do Pantanal, do Brasil Central e da Amazônia (1946/1956). Em 1946, diplomou-se em Ciências Sociais pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo, se especializando em Antropologia.

Na década de 1960, lutou pela criação da UnB, sendo o primeiro reitor da instituição. Foi eleito senador e participou de vários projetos que visaram a educação, a cidadania e o bem-estar da sociedade. Foi autor de várias obras, ensaios e romances. Ocupou, a partir de 8 de outubro de 1992, a Cadeira número 11, sucedendo a Deolindo Couto.

Recebeu títulos de Doutor Honoris Causa da Sorbonne, da da UnB, da Universidade de Copenhague, da Universidade da República do Uruguai e da Universidade Central da Venezuela. Em 1995, foi homenageado na UnB por ter sido um dos fundadores, o campus universitário ganhou seu nome.

Morreu no dia 17 de fevereiro de 1997, em Brasília. Foi sepultado no mausoléu da Academia Brasileira de Letras, no Rio de Janeiro. Após sua morte, a Fundação Darcy Ribeiro (Fundar) ficou responsável pelo acervo de sua memória.

:: Oscar Niemeyer................................................................... :: topo

O arquiteto brasileiro que mais tem prêmios internacionais nasceu em 15 de dezembro de 1907 no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em 1934, na Escola Nacional de Belas Artes. Seu primeiro trabalho como arquiteto foi no grupo liderado por Lucio Costa com a consultoria de Le Corbusier. A equipe projetou o Ministério da Educação e Saúde, em 1936, que foi considerado marco da arquitetura moderna mundial.

Daí para frente, Niemeyer não parou de participar de projetos grandes e inovadores. Alcançou prestígio e reconhecimento com a construção de Brasília em 1960, onde assumiu a chefia do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da (Novacap) e projetou os principais prédios públicos da cidade. Seus projetos são marcados pelo modernismo, arrojo e inovação na estética arquitetônica.

Em 1962, foi coordenador do Instituto de Arquitetura da UnB. Projetou, juntamente com Lucio Costa, o Pavilhão do Brasil na Feira Mundial de Nova Iorque, participou do projeto para a reconstrução de Berlim, Alemanha.

Foi intitulado Doutor Honoris Causa do Centro de Pesquisa e Ensino de Arquitetura da Alemanha, da UnB, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Universidade de Braz Cubas (UBC) em São Paulo, da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

:: Athos Bulcão....................................................................... :: topo

Um dos mais importantes artistas brasileiros, escultor, pintor, professor, Athos Bulcão nasceu em 2 de julho de 1918, no Rio de Janeiro (RJ). Abandonou o curso de Medicina, em 1939, já no terceiro ano de curso, para se dedicar à arte. Inaugurou o Instituto de Arquitetos do Brasil, no Rio de Janeiro, a pedido de Oscar Niemeyer.

Foi para a Europa, depois de ganhar uma bolsa de estudo do governo francês, em 1948, onde recebeu Menção Honrosa em um concurso na cidade universitária em Paris.

Desde 1955, é escultor e realiza obras complementares para projetos como a Catedral, Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima, Brasília Palace Hotel, painel do Memorial JK, Parque da Cidade entre outros. Foi professor do Instituto Central de Artes da UnB em 1963. Participou do protesto feito para demonstrar as dificuldades que a universidade vivia e que culminou na demissão coletiva de 1965. Athos foi um dos 209 professores que deixaram a UnB.

Recebeu Ordem do Mérito Cultural em 1995. No ano seguinte, foi intitulado Cidadão Honorário de Brasília e em 2000 participou da inauguração do Centro Comunitário da UnB, que ganhou seu nome.

 

:: topo 

Copyright © 2007 Universidade de Brasília. Todos os direitos reservados.