Mais notícias

Secom UnB

PREMIAÇÃO - 24/08/2010

Versão para impressão Enviar por e-mail

Professora da FS ganha prêmio Sérgio Arouca

Maria de Fátima de Sousa foi a primeira colocada na categoria de ampliação do acesso aos serviços de saúde. Premiação será em setembro nos Estados Unidos


Thássia Alves - Da Secretaria de Comunicação da UnB



 Tamanho do Texto

A professora da Faculdade de Saúde Maria Fátima de Sousa vai receber o prêmio Sérgio Arouca à Excelência em Atenção Universal à Saúde. Ela foi a primeira colocada na categoria de ampliação do acesso aos serviços de saúde. A premiação será em 27 de setembro em Washington, nos Estados Unidos. Maria de Fátima receberá US$ 10 mil pelo prêmio.

O valor será doado ao colégio Nossa Senhora Auxiliadora, localizado no interior da Paraíba. Foi nessa instituição que a professora foi alfabetizada aos 14 anos. “Foram as freiras dessa escola que me ensinaram a ler e a escrever. Foi lá que estudei e trabalhei a visão intelectual do mundo pela primeira vez”, conta.

A professora também foi coordenadora do Programa de Agentes Comunitários da Saúde do Ministério da Saúde. “O prêmio não é só meu. Ele pertence a cada um dos 240 mil agentes comunitários do Brasil”, disse.

A premiação homenageia pessoas, instituições ou organizações que se destacaram na elaboração de políticas e estratégias nacionais para atenção integral à saúde, criação de programas inovadores direcionados a grupos socialmente excluídos, promoção de programas de saúde e avanços para ampliar a cobertura e a qualidade da atenção.

A premiação é organizada pela Fundação Pan-Americana para a Saúde e Educação (Pahef) e pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

SÉRGIO AROUCA - Ele foi um dos principais teóricos e líderes do movimento sanitarista brasileiro, consagrado com a Constituição de 1988, quando a saúde se tornou um direito inalienável de todos os cidadãos. Foi pesquisador e professor na Escola de Saúde Pública Nacional e ex-presidente da Fundação Oswaldo Cruz.

Arouca teve também uma atuação internacional. Enquanto consultor da Opas/OMS contribuiu diretamente no planejamento do sistema público nacional de saúde da Nicarágua, além de participar de diversos outros projetos estratégicos da organização, inclusive como seu consultor no México, Colômbia, Honduras, Costa Rica, Peru e Cuba.

Todos os textos e fotos podem ser utilizados e reproduzidos desde que a fonte seja citada. Textos: UnB Agência. Fotos: nome do fotógrafo/UnB Agência.

Pesquisar Noticias [ ]

Fale conosco pelo
e-mail secom@unb.br