Mais notícias

UnB Clipping

07/04/2010 - AMAZÔNIA - PA

Versão para impressão Enviar por e-mail

UFPA pode adotar o Enem em conjunto com prova específica



 Tamanho do Texto

O vestibular da Universidade Federal do Pará (UFPA), para 2011, deve utilizar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em conjunto com as de uma prova (de formato ainda não definido) da própria instituição. Em debate promovido pela universidade, na manhã de ontem, para coletar informações e opiniões sobre o novo processo seletivo, foi revelada a preferência de professores e alunos por este modelo de ingresso ao ensino superior, porém, com provas por áreas específicas do conhecimento, modelo abandonado anteriormente e retomado parcialmente por várias universidades do País. Foram feitas 64 sugestões pela internet e mais 60 durante o encontro. Todas serão encaminhadas à Comissão Permanente de Processos Seletivos (Coperps), em reunião na próxima semana. Os resultados devem ser discutidos com o Conselho Superior de Ensino e Pesquisa (Consep) até o dia 15 deste mês para uma definição. O resultado final será divulgado até o final de abril e o modelo adotado será usado no próximo vestibular. O retorno do Processo Seletivo Seriado (PSS) não foi descartado.

O demorado encontro começou às 9h50 (quase uma hora de atraso), com metade do Centro de Convenções da UFPA ocupada. Em 20 minutos, vários estudantes e professores foram deixando o debate. O próprio reitor da universidade, Carlos Maneschy, por causa de outros compromissos, abandonou a reunião às 10h50. Em três horas, foram apresentados vários motivos para a instituição adotar o Enem, no mínimo parcialmente.

A pró-reitora de Ensino e Graduação da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Rosana Cristina Parente, ressaltou que a universidade adotou o Enem para preenchimento de metade das 3.564 vagas ofertadas em 2009. A demanda principal foi de alunos do Amazonas. Em segundo lugar, alunos paraenses foram os que mais procuraram o vestibular da instituição para ingresso via Enem, no Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Em 2009, o Pará teve 109.345 inscrições no Enem, com 75.234 presentes em 77 municípios. Só em Belém foram 39.431.

Pró-reitora de ensino diz que não descarta a volta do PSS

Após tantas críticas e problemas, o Processo Seletivo Seriado (PSS) pode voltar no próximo vestibular da Universidade Federal do Pará (UFPA), por conta da indecisão do Conselho Superior de Ensino e Pesquisa (Consep) sobre qual o modelo de ingresso adequado. Em entrevista coletiva após o debate, a pró-reitora de Ensino, Graduação e Pesquisa da UFPA, Marlene Freitas, revela que o Consep está há muito tempo discutindo sobre como o Enem deve ser incorporado ao vestibular da instituição. Parte do conselho é totalmente a favor, enquanto outra é contra.

"Pessoalmente, eu defendo o modelo de que o vestibular da UFPA tenha uma fase com o Enem e outra fase com uma prova da própria universidade, mas isto é opinião minha. Somente o Consep poderá definir qual será o modelo difinitivo, mas o órgão ainda está indeciso. A volta do PSS não está descartada, já que ainda não há definição", afirma Marlene.

Sobre a alta demanda de um vestibular com áreas de conhecimento separadas, a pró-reitora diz que há preferência, mas também se trata de uma hipótese descartável. "Cerca de 20% das sugestões que recebemos por e-mail e durante o encontro pediam o vestibular por áreas. Mas a realidade social e do mercado mostra uma necessidade não de profissionais que saibam apenas uma coisa, mas que saibam de várias coisas. Então, deve continuar assim", adianta.

Pesquisar Noticias [ ]

Fale conosco pelo
e-mail secom@unb.br

 

Atenção
A reportagem ao lado faz parte do clipping da Secretaria de Comunicação. Não é de autoria da UnB Agência, sendo de responsabilidade exclusiva do veículo em questão.