Mais notícias

UnB Clipping

05/04/2010 - JORNAL DE BRASILIA - DF

Versão para impressão Enviar por e-mail

"Faço sua monografia"

Marina Márquez

 Tamanho do Texto

Oferta para fraude é encontrada em placas nas ruas ou na internet
Marina Márquez
Por falta de tempo, por comodidade ou simplesmente preguiça, muitos alunos em conclusão de curso decidem comprar a monografia e com isso, cometem uma fraude que pode render a eles, reprovação ou até expulsão do curso já que apresentam trabalho que não é de sua autoria. Encontrar quem faça a monografia é trabalho fácil. Em uma rápida volta pela cidade é possível ver faixas em balões com dizeres de "faço sua monografia", "revisão de monografia", "corrijo sua monografia", entre outros.
A assessoria que empresas de produção de textos fornece pode ser encontrada também em qualquer site. Em alguns, é possível fazer o orçamento on-line e a contratação normalmente por telefone ou e-mail. Algumas empresas apresentam até mesmo telefone 0800 e atendimento para outras cidades e o pagamento, normalmente feito em cheque ou dinheiro, pode ser parcelado em até sete vezes sem juros nos cartões de crédito.
A reportagem do Jornal de Brasília entrou em contato com três empresas que prometem assessoria total e vendem monografias e trabalhos de conclusão de curso para graduação, pós-graduação e até mestrado. O valor pode variar conforme o curso, a quantidade de páginas e a complexidade do tema, entre R$ 650 e R$ 3 mil.
Na Assessoria Total, uma monografia para o curso de Jornalismo, independentemente do tema escolhido, sai por R$ 2.800. Além do trabalho em si, a empresa ainda fornece os slides da apresentação, a impressão e encadernação em capa dura após a apresentação para a banca examinadora e as correções finais. Quatro profissionais fazem os trabalhos para o aluno. De acordo com um dos funcionários da empresa, Átila, eles estão no mercado há nove anos e garantem um trabalho bem feito, sem plágio. As cerca de 50 ou 60 páginas da monografia podem ser pagas em até sete vezes, sem juros em cheque ou no cartão de crédito. Para fechar o negócio e discutir eventuais questões, encontros nos horários de almoço e à noite, podem ocorrer em escritório no Sudoeste.
Na Monografias em Geral DF, são duas mulheres que fazem o trabalho do aluno. Uma delas, Alessandra, fica responsável pelos trabalhos de Direito e a outra pelos trabalhos dos demais cursos. Cada lauda custa R$ 30earesponsável pela empresa afirma que normalmente o "miolo" do trabalho, que é a parte cobrada, tem aproximadamente 40 páginas. "As outras não cobramos e vai com capa, tudo certo", diz. O material para pesquisa, quando elas não têm, deve ser fornecido. Como garantia de monografia inédita, no final do trabalho é disponibilizado um software verificador de plágio, semelhante ao que as universidades usam.
O jovem Felipe (nome fictício), 25 anos, formou-se no último ano em Direito no UniCEUB. Como trabalhava e estava sem tempo, acabou deixando a monografia para a última hora e, quando percebeu que não conseguiria fazer, resolveu comprar. "Uma amiga que já tinha feito isso me indicou um cara, na Asa Sul. Peguei o telefone em faixas e combinei tudo com ele". Felipe pagou cerca de R$ 3 mil pelo trabalho todo. A cada 20 dias ele ia até o escritório na Asa Sul, onde era feito seu trabalho, e deixava livros grifados.

Tudo devidamente pensado
Para que não haja desconfiança dos orientadores e das próprias universidades, a maioria das empresas entrega o trabalho aos poucos. A cada duas ou três semanas são enviadas prévias dos capítulos para que possa haver orientação na faculdade, e as correções são enviadas para a empresa novamente.
Na EstudoPronto.com que tem filiais em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Bahia, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul, o atendimento inicial é feito por e-mail. São solicitadas informações básicas. Após o orçamento "grátis", a empresa informa todo o procedimento de contratação e desenvolvimento da monografia, com atendimento por "telefone fixo, fax, MSN, skype, atendimento ao vivo via chat e e-mails". O pagamento é feito em três vezes e a elaboração da pesquisa é feita após o primeiro pagamento. A monografia final conta com: "Capa, folha de rosto, dedicatória e agradecimentos sem nenhum custo, pois a contagem das páginas só é feita por nós do resumo até as referências bibliográficas", tudo de acordo com as normas da ABNT.
Os trabalhos são entregues por e-mail ou sedex. Para pagamento, a empresa EstudoPronto.com conta com quatro bancos diferentes e atende seis cartões de crédito. No e-mail de orçamento a empresa fornece um contrato de prestação de serviços e explica que é uma empresa "séria, legalizada, com contrato de prestação de serviço e CNPJ registrado".
Na Universidade de Brasília (UnB), segundo a decana de graduação Márcia Abrahão, são poucos os casos concretos que a universidade teve de alunos com plágio e compra de monografias, mas normalmente o próprio departamento do curso cria uma comissão especial de processo disciplinar que avalia o comportamento do aluno. "Só podemos pensar na consequência tendo o caso, e eu não me lembro de nada concreto. Geralmente o próprio curso decide. Mas pode ir de uma advertência até o desligamento da universidade".
No UniCEUB, segundo o professor Harry Klein, é praticamente impossível isso acontecer. "Qualquer instituição séria que acompanhe o aluno de perto, semanalmente, discutindo mesmo com ele o tema proposto, não passa por isso. Fiquei mais de cinco anos orientando, só tive um caso de aluna que tentou, mas quando percebi ela resolveu trabalhar".
Para o professor da Universidade Católica de Brasília (UCB) Cândido Gomes, a única forma de evitar que os alunos comprem as monografias, é fazer com que orientadores tenham um número de orientandos que possam acompanhar de perto.

SAIBA +
Mesmo com acompanhamento quase semanal dos orientadores, alguns alunos conseguem enganar as universidades com monografias que não são feitas por eles. Na maioria dos instituições de ensino o caso é levado a uma comissão disciplinar que vai discutir e decidir o destino da pessoa, podendo ir de reprovação na disciplina, advertência no currículo até uma expulsão da curso.

http://www.linearclipping.com.br/PDFs/1098601.pdf

Pesquisar Noticias [ ]

Fale conosco pelo
e-mail secom@unb.br

 

Atenção
A reportagem ao lado faz parte do clipping da Secretaria de Comunicação. Não é de autoria da UnB Agência, sendo de responsabilidade exclusiva do veículo em questão.