imagem panoramica

Vestibular


O que é – Sistema de seleção tradicional da instituição, aplicado desde sua fundação, em 1962, e cuja prova é elaborada pela própria Universidade de Brasília. Desde 2014, deixou de ser aplicada duas vezes ao ano, passando a se realizar apenas para ingresso de estudantes no segundo semestre.

Quando ocorre: 2º semestre de cada ano

Número de vagas ofertadas: 4.220 

Cursos contemplados na seleção: 97 cursos presenciais de graduação, distribuídos nos quatro campi da UnB – Darcy Ribeiro, Planaltina, Gama e Ceilândia. 

Quem pode concorrer: qualquer candidato. 

Como concorrer: as inscrições são abertas no segundo semestre, após publicação de edital de seleção pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe). 

Tipo de seleção: a classificação é feita com base no resultado obtido pelo candidato na prova de conhecimentos elaborada pela UnB. 

Sistemas de concorrências: ampla concorrência (Sistema Universal), Sistema de Cotas para Escolas Públicas e o Sistema de Cotas para Negros da UnB. 

 

O certame oferece 4.220 vagas para os 97 cursos presenciais de graduação da UnB em seus quatro campi - Darcy Ribeiro, Planaltina, Gama e Ceilândia. Nesse sistema de avaliação, qualquer candidato pode participar. As provas acontecem no segundo semestre do ano, mas as inscrições são abertas bem antes disso, divulgadas por meio de edital de seleção pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe). A prova é divida em etapas e aplicada em dois dias, avalia conhecimentos de Língua Portuguesa e estrangeira, Geografia, História, Artes, Filosofia, Sociologia, Biologia, Física, Química e Matemática. O candidato terá ainda que elaborar uma redação. 

 

Por conta dos concorrentes de outras regiões do país, a avaliação é aplicada ainda em quatro cidades além das que compõem a região administrativa do Distrito Federal: Formosa, Goiânica e Valparíso no Goiás e Uberlândia em Minas Gerais. A classificação dos candidatos é feita com base no resultado obtido pelo candidato na prova elaborada pela UnB, de acordo com o sistema de concorrência escolhido pelo participante. 

 

A concorrência no Sistema de Cotas para Escolas Públicas se subdivide ainda em outros dois grupos, sendo metade das vagas para candidatos que estudaram ao menos dois anos do ensino médio em escola pública e possuem renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita, e a outra parte destinada aos que também estudaram ao menos dois anos do ensino médio em escola pública e possuem renda familiar superior a um salário mínimo e meio per capita. Em ambas as situações serão considerados, no processo de classificação, os casos de candidatos que se declararem pretos, pardos ou indígenas (PPI). 

 

Outro tipo de benefício que alguns candidatos poderão contar é o bônus concedido pela UnB aos candidatos que concorrem aos cursos oferecidos nos campi de Ceilândia, Planaltina e Gama. Àqueles que concluíram pelo menos duas séries do ensino médio nas regiões administrativas de cada campus terão a nota do Enem acrescida em 20%. Para isso deverá, no momento da inscrição, indicar que deseja fazer uso do benefício. Os alunos serão classificados de acordo com as opções selecionadas no ato da inscrição: opção do sistema de concorrência, o campus da UnB que quer estudar, o curso e o turno escolhidos. 

 

A colocação dos estudantes será definida de acordo com as opções selecionadas no ato da inscrição: sistema de concorrência, o campus da UnB que quer estudar, o curso e o turno escolhidos. Todas as informações prestadas no ato da inscrição precisam ser comprovadas. O candidato que não apresentar a documentação específica que ateste o direito à vaga que concorreu poderá perdê-la. As vagas que não forem ocupadas serão ofertadas pela UnB por meio de vestibular próprio para preenchimento de vagas remanescentes.