imagem panoramica

PAS


Ingresso: 1º semestre do ano

O que é – O Programa de Avaliação Seriada foi criado pela UnB em 1996 como uma alternativa ao ingresso na universidade. Objetiva integrar a educação básica e superior para promover melhorias na qualidade do ensino. 

Quando ocorre: no final de cada série do ensino médio. 

Número de vagas ofertadas: 2.110 

Cursos contemplados na seleção: 97 cursos presenciais de graduação, distribuídos nos quatro campi da UnB – Darcy Ribeiro, Planaltina, Gama e Ceilândia. 

Quem pode concorrer: estudante devidamente matriculado no ensino médio em escola pública ou particular, na modalidade regular de ensino, com duração de três anos, ou com estrutura curricular de quatro anos completos. É necessário que a instituição esteja credenciada ao programa. 

Como concorrer: as inscrições são abertas no segundo semestre, após publicação de edital de seleção pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe). 

Tipo de seleção: para cada série do ensino médio é há uma seleção diferente, com provas específicas ao conhecimento adquirido em cada ano de estudo. A classificação dos alunos é feita com base na média obtida com a soma do resultado das provas realizadas no curso do ensino médio. 

Sistemas de concorrências: ampla concorrência (Sistema Universal) e Sistema de Cotas para Escolas Públicas. 

 

Até 1996, a única forma de acesso à Universidade de Brasília era o vestibular tradicional, realizado pela instituição duas vezes ao ano, no primeiro e segundo semestre. Com a criação do PAS, a seleção realizada no primeiro semestre foi distribuída em três provas, aplicadas ao fim de cada série do ensino médio. Participar da seleção por meio desse sistema não impede que o estudante concorra a uma vaga na UnB por outros tipos de processo de seleção, como o Sisu e o vestibular tradicional. 

 

A diferença é que no PAS, em cada uma das três avaliações serão analisados os conhecimentos adquiridos pelo estudante durante o ano de estudo e não pelo conjunto de saberes adquiridos nos três anos do curso do ensino médio. Por essa razão, cada prova avalia competências diferentes, o que motivou a divisão do processo de seleção em subprogramas. “Quando você ingressa no PAS, entra em um subprograma. Cada subprograma tem três etapas, primeira, segunda e terceira série [do ensino médio]”, explica o decano de graduação da UnB, Mauro Rabelo. 

 

A escolha do curso pretendido só pode ser feita pelo estudante no último ano do ensino médio, na terceira etapa do processo de avaliação. Caso opte por concorrer a uma área que requer uma seleção diferenciada por meio de prova específica, como Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Plásticas, Desenho Industrial e Música, terá a possibilidade de fazer uma segunda escolha de curso. O objetivo é garantir que o estudante não perca a vaga, caso seja considerado inapto na avaliação que garante a Certificação de Habilidades Específicas, necessária para ingresso nesses cursos. 

É também na última etapa do processo de avaliação que o candidato vai optar por ser classificado em um dos dois sistemas de concorrência: ampla concorrência (Sistema Universal) e Sistema de Cotas para Escolas Públicas.