imagem panoramica

Histórico dos cursos de pós-graduação


Os cursos de pós-graduação oferecidos pela Universidade de Brasília (UnB) são subdivididos em lato sensu e stricto sensu. Ambos visam à formação de docentes, pesquisadores e profissionais de alto nível.

stricto sensu

Os cursos stricto sensu são os de mestrado acadêmico, mestrado profissionalizante e doutorado. Na UnB, as primeiras teses foram defendidas logo nos primeiros anos de funcionamento da instituição, em 1960. Contudo, oficialmente, a pós-graduação teve início apenas em 1969, com a criação do mestrado acadêmico em Física.

No ano seguinte, foi a vez da Sociologia e, em 1971, da Matemática. De 1969 a 1980, o número de mestrados oferecidos pela UnB saltou de 1 (um) para 23. Em 1998, surgiu o mestrado profissionalizante, que integra ensino e pesquisa de maneira mais flexível e se propõe a formar profissionais competentes para o mercado de trabalho. Atualmente, a instituição conta com 66 cursos de mestrado.

O doutorado só foi inaugurado em 1975, pela Matemática. Em 1981, foi implantado o doutorado em Antropologia e, três anos mais tarde, em Sociologia. Para ingressar no doutorado, o aluno precisa ser portador de título de mestre ou promovido do mestrado ao doutorado. Hoje, são 50 os cursos de doutorado oferecidos pela UnB.

lato sensu

A pós-graduação lato sensu é constituída pelos cursos de especialização, que visam formar profissionais voltados para o mercado de trabalho. Embora esse tipo de pós-graduação na UnB tenha sido criada em 1983, a instituição só tem dados registrados a partir de 1994, com o início de oito especializações. Entre elas, estão os cursos de Administração da Educação e Medicina Tropical, ambos iniciados na década de 1980. Das existentes atualmente, a mais antiga é a pós-graduação em Direito Constitucional, iniciada em 14 de maio de 2001. Hoje, existem 73 cursos lato sensu.