imagem panoramica

Agronomia


A globalização e a internacionalização da economia exigem das nações cada vez mais preparo para lidar com a concorrência. Com dimensões continentais, o país tem potencial para a agricultura e a pecuária e precisa saber onde e como direcionar os recursos. É aí que entra o trabalho do Engenheiro Agrônomo, profissional que alia a ciência com a habilidade de trabalhar a terra. O Engenheiro Agrônomo trabalha na aplicação de conhecimentos científicos à agricultura e pecuária, objetivando a implementação e o incremento na produção de alimentos e fibras.

Perfil
Quem gosta de Biologia, Química e Física pode se dar bem no curso de Agronomia. Porém, é fundamental que o interessado esteja familiarizado com o assunto. Uma dica é ler bastante sobre o tema e conhecer as áreas de atuação. Visitas a fazendas e a centros de pesquisa podem ajudar a definir a escolha da profissão. Outro aspecto importante é manter-se sempre atualizado quanto às tecnologias de produção rural.

Mercado de Trabalho
O campo de atuação do profissional de Agronomia é vasto e o setor encontra-se em expansão. Sua formação holística o habilita para atuar em produção agrícola (grandes e pequenas áreas, na produção familiar ou em grandes empresas do ramo), em irrigação, beneficiamento e armazenamento de grãos, defesa sanitária, processamento de produtos agrícolas, pecuária, nutrição animal, melhoramento genético, biotecnologia e avaliação de imóveis rurais. O profissional de Agronomia não atua apenas em fazendas, sendo também um importante agente nas esferas do agronegócio e comércio internacional de produtos agrícolas. Além disso, o engenheiro agrônomo atua na área de ensino (superior, escolas técnicas e de ensino médio), na pesquisa (empresas públicas e privadas) e nos órgãos de assistência técnica e extensão rural. Ele pode ser contratado por empresas públicas, privadas ou, ainda, trabalhar como autônomo, prestando assessoria a empresas do ramo. O engenheiro agrônomo atua também na área de logística e distribuição de produtos agrícolas, paisagismo e na produção de energia de fontes renováveis (biocombustíveis).

O curso na UnB
O estudante de Agronomia cursa disciplinas que abrangem vários temas: produção vegetal, produção animal, mecanização agrícola, irrigação, solos, administração e agronegócio. Os alunos também realizam estudos e pesquisas em diversas áreas: cultivos agrícolas, produção de rebanhos, manejo do solo e da água, manejo de pragas, melhoramento vegetal e animal, aptidão agrícola de solos, agroclimatologia, paisagismo, plantas ornamentais, póscolheita e estudos de mercado. São oferecidas oportunidades para que o aluno estude e trabalhe com temas que permitam formação abrangente e contribuam para o desenvolvimento de práticas agropecuárias sustentáveis. No último semestre, o estudante realiza estágio obrigatório em um tema de sua preferência.

Infraestrutura
Os alunos têm acesso a diversos laboratórios: sementes, química e física do solo, adubos e adubação, higiene e qualidade dos alimentos, microbiologia do solo, proteção de plantas, nutrição animal, georeferenciamento, dentre outros. A UnB possui uma Fazenda, cerca de 40 km do Campus Darcy Ribeiro, chamada Fazenda Água Limpa, onde os alunos além de terem aula, realizam estudos e pesquisas diversas. O Curso de Agronomia também participa de um programa de intercâmbio com países do Mercosul, onde, a cada semestre, cinco estudantes de Agronomia são selecionados e encaminhados para países vizinhos, enquanto a Agronomia da UnB recebe 5 estudantes vindos desses mesmos países, por um período de seis meses. Oportunidades de intercâmbio com EU e EUA também são oferecidas pela UnB. As disciplinas realizadas fora são aproveitadas no Histórico Escolar dos alunos.

Saiba Mais

Habilitação: Bacharelado
Unidade Acadêmica: Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária (FAV)
Campus: Plano Piloto
Turno: Diurno
Vagas por semestre: 80
Número de semestres: 8 (mínimo) / 14 (máximo)
Recomendado: 10
Veja currículo e fluxo
Site: www.unb.br/fav
Telefones: (61) 31076628 / (61) 31077119